Gestão de pessoas: qual o conceito e como colocá-lo em prática?

Gestão de pessoas: qual o conceito e como colocá-lo em prática?

Em meio a rotina de trabalho de líderes e gestores de equipes, a gestão de pessoas é um dos maiores desafios dos profissionais de RH mundo afora.

A gestão de pessoas é uma tarefa que exige do profissional de recursos humanos desenvoltura e aperfeiçoamento diário.

Mas o que é, de fato, a gestão de pessoas?

Gerir pessoas é mais, muito mais, que administrar uma equipe, conduzindo-as a exercer o melhor delas. Gerir pessoas é também aperfeiçoá-las, desenvolver suas competências e torná-las capazes de serem os profissionais que você identificou lá atrás.   

Para isso, há alguns pontos primordiais que precisam ser estudados e aplicados diariamente.

Elencamos algumas dicas de como fazer uma boa gestão de pessoas e como colocá-las em prática.

Dicas para fazer uma boa gestão de pessoas

Conheça a sua equipe: partindo da premissa que se trata de capital HUMANO, é de suma importância que o gestor de equipe conheça melhor com quem trabalha. E não estamos falando de competências e de habilidades. Aqui inclui também particularidades que, fatalmente, um dia poderão interferir no seu desempenho. Em resumo: a vida pessoal.

Nos dias de hoje não é invasivo, muito menos antiético, saber se o colega de trabalho tem filhos, animais de estimação, dos seus hobbies, como foi o fim de semana, etc.

Isso ajuda e muito em questões motivacionais, de clima e de engajamento.

Delegue funções: aqui sim são as competências e habilidades que se destacam. Conhecendo o perfil profissional de cada um, é possível delegar funções e responsabilidades. Despertando e desenvolvendo a confiança, a autoestima e o senso de liderança.

Seja exemplo e estimule: nada engaja mais do que o exemplo. Seja o funcionário que você deseja ter em sua equipe. Do contrário, o efeito dominó do desinteresse e da falta de comprometimento pode ser mais rápido do que você imagina e destruir sua liderança.  

Treinamento: faça e incentive sua equipe a fazer cursos e treinamentos. São muitos os pontos positivos para isso: motivação, integração, networking, etc.

Feedback: dar e receber feedback é fundamental para o desenvolvimento do profissional. Aqui, a dica é entender que para cada funcionário há uma abordagem. Lembra o que falamos sobre conhecer melhor sua equipe? Na ocasião, esse conhecimento também será útil.

Do outro lado da mesa, esteja pronto e aberto a receber um feedback, em especial, quando não for o que você gostaria de ouvir. Críticas construtivas são sempre bem-vindas, não é mesmo?

Comemore as conquistas: das pequenas às grandes conquistas. Demonstre atenção com o processo de evolução da sua equipe. Elogios em público podem motivar e o custo é zero.

Use e abuse da tecnologia: aposte em um software de gestão para tarefas burocráticas e tenha mais tempo para se dedicar aos funcionários. A tecnologia pode e deve ser mais um membro da sua equipe.

A máxima “trabalhar com pessoas não é fácil!” pode não ter somente o tom de lamento, mas também o de desafio. Gerir, cuidar, lidar com pessoas é um desafio, mas o profissional de recursos humanos precisa saber gerir com competência seu bem mais valioso: o capital humano.

Se você quiser saber mais a respeito ou ficou alguma dúvida, compartilhe com a gente aqui nos comentários!

Leave a Comment